Livro - Infinity Ring: A Caverna das Maravilhas - Vol. 5

Matthew J. Kirby
Leia a sinopse
Vendido e entregue por Sintomática

R$ 7,30

Oferta Recomendada

Este produto é vendido por uma loja parceira.O Submarino garante sua compra, do pedido à entrega.

R$ 7,30 com Ame e receba R$ 1,46 (20% de volta)
calculando frete e prazo
5.0
Avaliações do produtoEste produto possui 1 avaliações com nota média 5
Avaliações do produtoEste produto possui 1 avaliações com nota média 5
(1)
100%100%dos clientes recomendam este produto
  • Indicado para o público juvenil

    Avaliações do produtoEste produto possui 1 avaliações com nota média 5
    Avaliações do produtoEste produto possui 1 avaliações com nota média 5
    02/11/2014
    Após corrigirem 8 fraturas e terem realizado 12 viagens do tempo, o trio de viajantes encontra-se na Grande Muralha da China, na época da dinastia Ming. Estamos em 27 de janeiro de 1258, nos arredores de Bagdá, onde esses jovens precisam consertar a maior fratura existente. Sem consertá-la, todos os esforços das viagens anteriores, todos os sacrifícios, terão sido em vão. Dark continua com sua diarreia verbal constante, apontando fatos históricos para Sera e Riq, com seus planos mirabolantes e sua obsessão por queijo. Em contrapartida Sera está bem mais quieta, contemplativa. O medo das Reminiscências, de não poder ver os seus pais aumenta a cada missão. Riq também está inquieto. Após ter alterado o passado de sua família, ele teme que ao voltarem para o presente, ele não exista mais. Mas os jovens deixam de lado os seus medos e se comprometem a salvar a humanidade e acabam encontrando figuras fofas e bondosas, como Farid, o vendedor de tapetes e e Ibn Abi Al-Shukr, o Abi. Mas nem todos os personagens irão facilitar a missão do trio, como Nasir al-Din al-Tusi, o emissário de Hulagu Khan e Guo Kan. Como os livros anteriores, "A caverna das maravilhas" traz muitas aventuras e desencontros, com um final que permite ao leitor dar uma espiadinha nos próximos acontecimentos. Em relação à revisão, diagramação e layout, a editora realizou um ótimo trabalho. A capa combina com as capas dos livros anteriores e a série é uma ótima pedida para o público juvenil. "A tinta do sábio é mais sagrada que o sangue do mártir." (p. 57) Blog Viaje na Leitura.
    Carolina D