Mundo novo

Chris Weitz
Leia a sinopse

Escolha uma loja abaixo e compre

R$ 33,89Selo PrimeEsta é uma oferta prime

Oferta Recomendada

Corra! Temos apenas 3 no estoque

R$ 33,89 em até 3x de R$ 11,29 s/ juros com Ame e receba R$ 5,09 (15% de volta)
Formas de parcelamento

calculando frete e prazo

5.0
Avaliações do produtoEste produto possui 2 avaliações com nota média 5
Avaliações do produtoEste produto possui 2 avaliações com nota média 5
(2)
100%100%dos clientes recomendam este produto
Mostrar opçõesPressione para revelar as opções existentes

  • Muito bom

    Avaliações do produtoEste produto possui 2 avaliações com nota média 5
    Avaliações do produtoEste produto possui 2 avaliações com nota média 5
    12/08/2015
    Produto chegou em ótimo estado e em pouco tempo. não me arrependo da compra
    Alie ap

  • Emocionante!

    Avaliações do produtoEste produto possui 2 avaliações com nota média 5
    Avaliações do produtoEste produto possui 2 avaliações com nota média 5
    03/11/2014
    O livro é narrado em primeira pessoa por dois personagens que alternam os capítulos: Jefferson e Donna. A perspectiva da trama é pós-apocalíptica. Algo chamado pelos jovens de "O Ocorrido" aconteceu logo após "A Doença" que dizimou os adultos e as crianças. O mundo é controlado por adolescentes. Como se pode imaginar, esse Mundo Novo é caótico: não existe eletricidade, a comida é escassa, todos sabem que estão com os seus dias contados, então por que não aproveitar ao máximo? Violência, estupros, drogas. Quem se importa com o amanhã? Jefferson é o irmão mais novo de Wash, o líder do Clã de Washington Square. Esse Clã é um dos mais civilizados apresentados no primeiro livro. Wash logo no início alcança a maioridade e acaba falecendo. Os demais indivíduos elegem Jeff, um rapaz coerente e pacificador como novo líder. Crânio é outro integrante desse clã e como o nome indica, ele é extremamente inteligente. Ele insiste com Jeff em irem até a biblioteca procurar um determinado artigo médico que fala sobre "O Ocorrido". Acontece que Crânio acredita que exista uma solução que reverta esse caos, mas a resposta fica do outro lado da cidade. E a partir daí, uma grande jornada repleta de perigos está prestes a acontecer. Os capítulos narrados por Jeff são mais diretos, sinceros em relação aos sentimentos e até mesmo com uma preocupação mais abrangente (pensando no grupo como um todo). Já os capítulos narrados por Donna são um pouco mais ácidos e sarcásticos, na tentativa de esconder a fragilidade da garota que é considerada valente. O grupo formado para a expedição não poderia ser mais peculiar do que o criado pelo autor: uma adolescente de 1.50 m com talentos em artes marciais, um nerd sem muitas habilidades sociais, um fanático por tecnologia e aventuras, um líder honrado e uma garota confusa. Um dos pontos fortes do livro é que o leitor vai conhecendo as outras tribos e as descrições em alguns momentos chegam a ser assustadoras. Porém aparece um ou outro personagem que ganha o nosso coração, como Ratso, integrante do Povo Toupeira. Um primeiro livro memorável que eleva as expectativas da série. Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. A capa tem uma cor vibrante e combina perfeitamente com o livro. Blog Viaje na Leitura.
    Carolina D